Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular

técnicas pediátricas de radiologia intervencionista


 

Quais são as intervenções pediátricas?

Intervenções pediátricas são procedimentos de radiologia intervencionista oferecidos como uma opção de tratamento para crianças. Esses procedimentos normalmente podem evitar que as crianças sejam submetidas à cirurgia convencional.
De um modo geral, todos os procedimentos minimamente invasivos que podem ser realizados em adultos também podem ser realizados em bebês e crianças.
 

Como o processo funciona?

A fim de minimizar o estresse experimentado pela criança, procedimentos de intervenção em crianças geralmente são realizados com os pacientes sedados ou sob anestesia geral.
Enquanto os materiais são geralmente os mesmos que os utilizados em adultos, os dispositivos utilizados tendem a ser menores para evitar lesões nos bebês e crianças.
As micropartículas (partículas de resina menor do que um grão de areia) e as bobinas (as espirais pequenas de metal) são utilizadas da mesma maneira como em adultos.
 

Por que fazer isso?

Procedimentos de intervenção em crianças são realizados pelas mesmas razões que em adultos, porque são minimamente invasivos para uma série de condições, incluindo sangramento, drenagem de coleções de fluidos e para tratar anormalidades nas veias.
 

Quais são os riscos?

Em geral, os procedimentos de intervenção apresentam os mesmos riscos em crianças e em adultos. Riscos menores incluem hematoma no ponto de entrada para o cateter, geralmente na virilha. Os riscos mais significativos incluem a possibilidade de as micropartículas ou bobinas se deslocarem para uma parte diferente do corpo, bloqueando outros ramos das artérias, bem como o risco de alergias ao agente de contraste utilizado para realizar o procedimento. É importante que a dose de radiação seja cuidadosamente controlada.
No entanto, todos os riscos de intervenções pediátricas são raros e ocorrem em menos de 0,5% dos casos.

Condições clínicas relacionadas

CÂNCER DE FÍGADO

Sistema: Digestório

CÂNCER RENAL

Sistema: Genito-urinário

MIOMA UTERINO

Sistema: Genito-urinário