Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular

Embolização de mioma uterino (EMU)


.
 

O que é embolização de mioma uterino?

Miomas uterinos causam uma série de sintomas desagradáveis, incluindo dor pélvica e sangramento. Embolização de miomas uterinos é um procedimento minimamente invasivo que visa aliviar os sintomas, impedindo o fluxo de sangue para os miomas.
 

Como o processo funciona?

O objetivo do processo é parar o sangue que flui para os vasos que nutrem os miomas, preservando o fluxo sanguíneo para a área circundante.
O radiologista intervencionista normalmente inserirá um cateter de 2-3 mm (tubo) em um vaso sanguíneo na virilha (artéria femoral comum) e vai usar orientação por imagem para guiar o cateter até cada artéria uterina (direita e esquerda). Ele irá, em seguida, injetar microesferas (partículas menores que um grão de areia) para obstruir o fluxo de sangue para os miomas.
 

Por que fazer isso?

A embolização de mioma uterino é executada para reduzir os sintomas causados pelos miomas, evitando métodos cirúrgicos.
A seleção das pacientes deve ser sempre realizada por um ginecologista. Então, se você estiver interessada em ver se seria adequada para esse procedimento, deverá discutir este assunto com o seu ginecologista.
 

Quais são os riscos?

Riscos menores incluem dor na virilha. Riscos mais significativos incluem a possibilidade de que as microesferas possam se mover para outras áreas do corpo e bloquear outros ramos arteriais.

Condições clínicas relacionadas

MALFORMAÇÕES VASCULARES

Sistemas:  Respiratório / Músculo esquelético / Digestório / Genito-urinário / Circulatório

CÂNCER DE FÍGADO

Sistema: Digestório

FRATURA VERTEBRAL

Sistema: Músculo-Esquelético