Sociedade Brasileira de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular

Fratura vertebral



Sistemas: Músculo-Esquelético
Procedimentos: Biopsia / Embolização de trauma / Vertebroplastia
Visão geral
Sua coluna é composta de ossos individuais chamados vértebras. Fraturas na coluna vertebral ocorrem mais comumente no meio e parte inferior das costas. Essas fraturas tendem a ser causadas por trauma de alta energia, como um acidente de carro, queda de grande altura, acidentes desportivos ou de violência, como ferimentos de bala. Fraturas nessas áreas podem causar danos na medula espinhal, que podem afetar a função dos nervos da medula ou do cérebro.
Outras causas possíveis de fraturas da coluna vertebral são a osteoporose (doença óssea progressiva), os tumores e outras condições subjacentes que enfraquecem os ossos e podem causar fratura de vértebras durante as atividades diárias normais.
Fraturas vertebrais são mais comuns em pacientes mais velhos, que estão em risco devido ao enfraquecimento dos ossos pela osteoporose. As fraturas são classificadas baseando-se no padrão de lesão, o que ajuda a determinar o tratamento adequado.

Sintomas
Se você tem uma fratura vertebral, o principal sintoma que você vai experimentar é dor de grau moderado a severo, alombalgia, que é agravada pelos movimentos. Se a fratura afeta a medula espinhal, você pode sentir dormência, formigamento, fraqueza, disfunção no intestino ou bexiga e choque na área afetada. Lesões na medula espinhal média e inferior são suscetíveis de afetar a função dos nervos,da medula espinhal e do cérebro, bem como a área genital e extremidades inferiores.

Diagnóstico
O seu médico irá diagnosticar a fratura vertebral com base em um exame físico completo, testando seus reflexos e usandoexames de imagem. Se a fratura é resultado de grande trauma, você vai precisar de exames de sangue repetidos para avaliarpossível perda sanguínea. Se tiver uma doença óssea metastática, você vai precisar de um teste de cálcio para verificar o nível de cálcio no sangue.
Técnicas de imagem são úteis para o diagnóstico. A radiografia simples pode ser usada para triagem de fraturas da coluna vertebral. Às vezes, é difícil detectar pequenas fraturas e fraturas não desalinhadas usando apenas raios-X da coluna vertebral. Então,a tomografia computadorizada pode ser usada para detectar fraturas vertebrais e avaliar a extensão delas.
A ressonância magnética (RM) é geralmente o método de escolha para a determinação da extensão do dano da medula espinhal e se o osso se tornou lesionado. A RM é a ferramenta mais sensível para a detecção de lesões nos ossos e na medula espinhal.
 
Tratamento
Se você tem uma fratura vertebral menor, pode ser tratado clinicamente, com um colete ortopédico espinhal, que é usado para estabilizar a coluna.
No entanto, se você tem uma fratura maior, ou instável, ou a medula espinhal é afetada, você vai precisar de tratamento cirúrgico e estabilização da coluna para evitar deformidade da coluna vertebral.
Há também tratamentos minimamente invasivos disponíveis, tais como vertebroplastia e cifoplastia, em que cimento cirúrgico é injetado na área comprometidapela fratura. O cimento estabiliza a fratura e reduza dor.

Procedimentos Relacionados

VERTEBROPLASTIA

Sistemas:  Músculo esquelético